SUPERANDO O PASSADO


Perdoar não significa esquecer o passado, mas, superá-lo ao ponto da lembrança não trazer ressentimentos. Perdoar é um exercício de amor, que sem prática não há resultado positivo. Michael Cyrus

Quem um dia nunca se chateou com alguém? Quem não ficou desapontado por conta de uma palavra ou atitude de um amigo, familiar ou até de um desconhecido? Não há problema em ficar irado, com raiva por alguns momentos, pois seres humanos têm sentimentos e é normal ficar triste quando alguém nos desaponta, mas o problema é quando esse desapontamento torna intenso e não é resolvido dentro do coração, pois, daí é que surgem mágoas, ira, até que tudo se converte em ódio, esse é o verdadeiro problema!

O ódio é um veneno mortal, que quanto mais passa o tempo, mas ele se concentra e causa danos, muitas vezes irreparáveis. Em nenhum lugar positivo o ódio pode levar alguém, seu destino é tristeza, angústia e por fim a morte. Mas, como se livrar do ódio? Como vencê-lo?

Vencer o ódio é vencer o próprio eu. Sem decidir liberar perdão, não há como derrotar o ódio, é necessário antes de tudo, compreender que não basta dizer que se tem amor, o amor é um exercício e precisa ser praticado e revelado em atitudes, não adianta só falar, só desejar, mas tem que ser posto em prática dia após dia, isso é de fato um exercício diário! No processo de perdão, é importante liberar com palavras sim, deixar que seus ouvidos e o da pessoa a ser perdoada, possam ouvir a sua liberação ou o seu pedido de perdão, mas isso não significa que o passado será esquecido, contudo, isso dar um novo rumo a sua história e te dará um novo dia e assim um novo amanhã. Experimente hoje vivenciar uma nova vida, sem rancores, sem ressentimentos, vivencie o amor que está em você, libere e peça perdão, comece a intensificar a prática do amor, que vai bem além das palavras.

“Quem perdoa uma ofensa mostra que tem amor, mas quem fica lembrando o assunto estraga a amizade.” Provérbios 17:9 (NVI)

Na paz de Cristo,

Michael Cyrus

Permitida a reprodução deste texto, deste que seja citada a fonte: Blog do Cyrus – http://www.cyrus.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s