FUGINDO DAS MÁS CONVERSAÇÕES (Parte 1)


A vida é simples, mas, nós a complicamos muitas vezes. As más conversações podem destruir a qualidade dos relacionamentos no trabalho, no ambiente de estudos, na igreja, na rua, em casa e em qualquer lugar, pois em plena era da informação neste mundo moderno, o conteúdo das conversas se propaga numa velocidade incalculável e tem proporções inimagináveis. Como já dizia a minha avó, “a notícia ruim chega mais rápido!”

Em pleno mundo moderno, onde teoricamente, as pessoas deveriam ser mais evoluídas, ainda existe alguém que se ocupe em ser fofoqueiro, mas, só existem fofoqueiros, porque existe alguém que dê ouvidos ao que eles falam. Observando esta situação de maneira mais abrangente, a origem do perigo não está em somente falar e interagir com os fofoqueiros, mas em disponibilizar os ouvidos para dar atenção ao que eles comentam.

É tempo de vigiar, nem sempre podemos isentar nossos ouvidos das más conversações, mas Deus sempre nos dá a chance de decidir continuar ou não ouvindo coisas que não edificam nossa vida. Portanto, hoje, posicione-se de maneira a rechaçar as más conversações provindas daqueles que não vigiam nas palavras e não medem as conseqüências delas. Você pode sim, ao invés de somente silenciar,  ter a atitude de escapar do perigo de se render ao fofoqueiro dando ouvidos a ele. Evite as “rodas de fofocas” entre os amigos, colegas e familiares…

A fofoca depende da boca e do poder de voz de alguém para ser disseminada, já o fofoqueiro se alimenta da atenção que você dá a ele, então, diga não a fofoca e ao fofoqueiro, assim, você evitará que muitas coisas negativas te aconteçam. Nesse mundo cheio de afazeres, de compromissos, não podemos perder tempo com coisas que não nos edificam, por tanto, hoje e sempre, pratique essa mudança e com certeza, você viverá bem mais feliz, com mais qualidade!

No próximo artigo trarei algumas sugestões práticas para se livrar da fofoca e do fofoqueiro, sem perder a classe. Aguarde!

Michael Cyrus

Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes. 1 Coríntios 15:33

 

Leia o artigo: FUGINDO DAS MÁS CONVERSAÇÕES (Parte 2), clique aqui.

2 comentários em “FUGINDO DAS MÁS CONVERSAÇÕES (Parte 1)

  1. é como dita o provérbio acima mesmo, e mais, uma língua ferina pode incendiar uma floresta,
    fofoca realmente é uma praga altamente destrutível.

    Curtir

  2. Os viciados dependem de drogas. O fofoqueiro depende de quem lhes empresta os ouvidos, isto é um fato verdadeiro, PARABÉNS pela qualidade e transparência dessa postagem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s