O ADORADOR E A PALAVRA


Quando as tuas palavras foram encontradas, logo as comi, elas são a minha alegria e o meu júbilo, pois pertenço a ti, Senhor dos Exércitos. Jr 15.16

Certa vez um pastor pediu a um membro do ministério de louvor para fazer uma oração de ações de graças e então este orou mais ou menos assim:

“Tu és meu respirar, tu és meu respirar, tua presença vivendo em mim, pois perto quero estar, junto aos teus pés, assim eu me prostro diante do trono, eu me prostro diante do trono…”

Estamos vivendo uma crise no que diz respeito à Palavra de Deus. Amamos e reconhecemos a importância do louvor no meio da igreja, sua forte influência sobre as massas, mas não podemos aceitar que o ministério da Palavra seja desprezado, tendo como pretexto dizer que o louvor é uma arma mais eficaz para a transformação de vidas. Sem o contato com a Palavra de Deus, nos tornamos facilmente influenciáveis por ventos de doutrina, que trazem tropeços para muitos dentro da igreja. Alguém disse: “Quem pouco lê, pouco fala, pouco vê e pouco escuta”. Ou seja, não tem opinião própria.

Como já foi observado, podemos avaliar a Teologia de uma igreja através das canções que nela são cantados, mas estamos tão negligentes na leitura da palavra que não temos condições de verificar aquilo que estamos cantando, ou ainda quando somos chamados para simplesmente fazer uma oração, apenas conseguimos repetir o que dizem três ou quatro canções.

Como resultado, temos uma geração alicerçada em canções, que geram uma espiritualidade superficial, produz muita emoção, mas não traz uma transformação de vida eficaz.

Precisamos entender a relação da Palavra em meio à adoração. O Salmista Davi disse: as tuas palavras são os temas de minhas canções. Muitas letras que inspiram a multidões, somente conseguem tocar a alma de seus ouvintes, pois apesar de serem “lindas”, não são letras que estão em concordância com a Palavra e com Aquele que dá vida ao Logos, o Espírito Santo.

A presença de Deus se torna rara onde sua palavra não é exaltada (Sl 138.2). O jovem Samuel servia ao SENHOR, perante Eli. Naqueles dias, a palavra do SENHOR era mui rara; as visões não eram freqüentes (1Sm 3.1). Quando a palavra é rara, as visões de Deus são escassas. Naturalmente (ou talvez devêssemos dizer “sobrenaturalmente) o louvor desperta um clima místico, propício a manifestações espirituais; infelizmente por causa da falta de compromisso com a Palavra, falta discernimento dessas visões e aquilo que deveria servir para edificar a igreja, acaba sendo instrumento de divisão e soberba.

No texto que usamos como base, vemos Jeremias fazer quatro declarações muito importantes para todos os que querem viver um louvor edificado sobre uma Rocha Eterna.

Ele diz: “Ao encontrar a tua palavra…”, isso fala de uma busca um desejo de encontrar tesouros escondidos. O Senhor nos promete que, quando buscarmos, encontraremos (Mt 7.7). “…Logo as comi…”, se alguém quer profetizar através de canções, ao invés de ser simplesmente um artista gospel, precisará aprender a encher seu estômago com a palavra de Deus. Quando Ezequiel foi chamado a profetizar na Babilônia, ele teve uma  experiência semelhante a de Jeremias, em uma visão foi lhe ordenado comer o rolo contendo as palavras de Deus (Ez. 2). “…elas são a minha alegria e o meu júbilo…”, há um contentamento em comer essas palavras, elas não são como um alimento que é de difícil degustação, mas são mais doces do que o mel e o destilar dos favos. (Sl 15). “…pois pertenço a ti, Senhor dos Exércitos.”, a palavra nos dá consciência de que pertencemos ao Senhor dos Exércitos. Ao nos deleitar em sua palavra, Deus irá nos mostrar a grandeza de seu SER, isso gerará uma sensação de segurança e ajudará a formar o caráter de alguém que sabe a quem pertence.

Que o Senhor levante a geração de adoradores como sendo a geração de Jeremias e Ezequiel!

A tua palavra escondi em meu coração para não pecar contra ti (Sl 105.11).

Sidcley Vieira
Pastor e Líder de Louvor

(Publicação autorizada pelo autor)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s